Uma visita às riquezas e variedades do passado histórico da Líbia e um pouco de sua arte contemporânea. Na exposição “O deserto não é silente?“, os visitantes poderão conhecer e admirar peças arqueológicas greco-romanas e islâmicas, na forma de esculturas, mosaicos e objetos da vida cotidiana.

A mostra é itinerante e já foi exibida em 10 grandes cidades do mundo: Paris, Berlim, Londres, Roma, Milão, Genebra, Viena, Madri, Tóquio e Montreal. Ao todo, são 28 peças arqueológicas e 51 telas, sendo 39 de Saif El Islam El Gaddafi, seis de Fawzi Swei e seis de Salaheddine Shagroun, três dos mais renomados artistas contemporâneos do país. As pinturas retratam o deserto representado em diversos símbolos: um lugar de passagem, uma memória, uma fonte de vida, a eternidade ou um apelo.

Para divulgar a mostra, a agência CDN Propaganda desenvolveu diversas peças, e entre elas, postais publicitários da MiCA. Ao todo foram 4 postais na horizontal (veja abaixo) e 1 postal na vertical (acima). De acordo com a agência, foram produzidos um total de 16 mil postais, que serão distribuídos em vários pontos culturais da cidade de São Paulo.

A exposição está no Museu Afro Brasil, localizado na Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque Ibirapuera (SP). A mostra estará disponível de 9 de março a 18 de abril de 2010. A curadoria é de Emanoel Araújo, diretor do museu.

#

Fonte: Guia da Semana, CDN Comunicação Corporativa, Visite São Paulo
Imagens e colaboração: Bruna Soares – CDN

Anúncios